O negócio de se tornar um negócio
Como aumentar a eficiência do trabalho dos cafeicultores no norte da Tanzânia.
O desafio

A produtividade dos sistemas agrícolas na Tanzânia é demasiado baixa para proporcionar níveis adequados de rendimento e segurança alimentar, bem como oportunidades de investimento nas empresas.

Os pequenos agricultores enfrentam desafios como o solo insuficientemente fértil, mudanças climáticas, acesso a informações atualizadas e serviços de apoio à agricultura.

Há também uma carência de organizações profissionais de produtores bem gerenciadas, e os agricultores não têm as competências empresariais e agrícolas e os conhecimentos necessários para passar da agricultura de subsistência para níveis mais competitivos e empresariais.

Os objetivos
Elevar os meios de subsistência de 10.000 pequenos cafeicultores

Melhorar a competitividade dos produtores também por meio da criação de organizações rurais

Aumentar a produtividade e a qualidade do café por meio da utilização sustentável dos recursos naturais e familiares

A resposta

A Fundação Lavazza, em colaboração com a Fundação Hanns R. Neumann Stiftung (HRNS), centra-se no reforço das competências dos agricultores e de suas estruturas organizacionais, a fim de oferecer as ferramentas certas para que eles se tornem cada vez mais competitivos no mercado.

As intervenções do projeto dizem respeito a toda a cadeia de valor: da produção à comercialização, incluindo questões cruciais como segurança alimentar, diversificação da produção, adaptação às mudanças climáticas, questões relacionadas ao reforço do papel das mulheres e a criação de oportunidades para os jovens.