Centro de gestão corporativa Lavazza

Aurora, o projeto de Cino Zucchi Architetti, que venceu uma competição a convite, redesenhou a quadra entre via Bologna, via Pisa, via Ancona e corso Palermo para construir um novo e vital ambiente onde a Lavazza estabeleceu o novo centro de gestão corporativa da empresa. Um único local para cerca de 600 funcionários, muito perto do centro industrial da Strada Settimo, local de uma das maiores fábricas do mundo para processamento e produção de café. OLavazza Innovation Center, dedicado à pesquisa e inovação, também foi inaugurado.

O trabalho de construção no Centro de gestão corporativa começou no outono de 2014 e foi concluído em 2017.

O edifício que abriga o Centro de gestão corporativa Lavazza tem a forma sinuosa de uma grande nuvem. A altura do complexo varia de cada lado, dependendo da sua orientação para o sol e os edifícios circundantes: no coração do bloco, do lado da via Ancona e novo pátio, sobe três andares, alcançando seis andares no lado virado para o largo Brescia.

Os materiais utilizados para construção incluem janelas que se alternam com painéis metálicos e envidraçados tratados com serigrafias decorativas. Outras características são as pilastras e os cursos de cordas metálicas: uma grade de elementos verticais e horizontais, exterior ao plano da janela, criando um efeito de luz e sombra na mudança das estações e horários do dia e ajudando a proteger o interior da luz solar direta.

Um grande átrio de vidro com teto curvo liga o Centro de gestão corporativa ao Museu Lavazza, ao pátio do jardim, à loja e à La Centrale. A escadaria interior principal sobe em um fluxo gracioso ao longo da parede do edifício, alcançando o terceiro andar e abrindo-se em um grande terraço com jardim panorâmico.

Os dois andares do subsolo são para o estacionamento da empresa. O andar térreo abriga as funções relacionadas ao público: recepção, salas de reunião e espaços de trabalho para consultores, área de descanso, academia e a loja do Museu Lavazza. Os outros andares são dedicados a escritórios.

A Lavazza envolveu seus funcionários, reunindo sugestões e ideias para criar um espaço de trabalho que respondesse o máximo possível às suas necessidades.

O mobiliário interior, coprojetado pelo grupo Thema Progetto, são tão sustentáveis como o restante do edifício, projetado para conforto humano, consumo de energia reduzido e gestão eficiente do espaço.