VOLTAR
8 minuti


Nuvola Lavazza, o novo centro de gestão corporativa é inteligente, inovador e sustentável

05-06-2017 • Corporativo

Turim, maio 2017 – tudo está pronto: as pessoas estão se mudando para Nuvola e mais de 600 funcionários estão revitalizando a nova sede da Lavazza na via Bologna, 32. Os novos escritórios, tiveram o design a cargo do arquiteto Cino Zucchi, representam o coração de um bloco multifuncional de aproximadamente 18.500 m² que dará uma nova roupagem inteligente para o distrito de Borgata Aurora.

 

 

“Há um entusiasmo real para a relocação do edifício Nuvola Lavazza. A quarta geração da família foi a força motriz por trás do projeto para criar o novo cartão de visita da Lavazza para o mundo. A sede é a síntese de como vemos um empreendimento contemporâneo, ou seja, um manifesto mapeando as diversas etapas de nossa história – passado, presente e futuro –, em uma linguagem que consiste em transições harmoniosas e coerentes. Não é apenas uma mudança de mesas, mas uma aceleração para uma dimensão ainda mais integrada, mais desafiadora e mais centrada nas pessoas: um local de trabalho estimulante, confortável e tecnologicamente avançado, em que as pessoas podem trabalhar juntas e com conexões mais próximas entre a sede de Turim e os 90 ou mais países em que a empresa opera”, diz Giuseppe Lavazza, vice-presidente da companhia.

O edifício Nuvola está agora pronto para acolher a grande família de funcionários Lavazza. As áreas funcionais foram projetadas em colaboração com equipes de trabalho em um ambiente de trabalho inteligente, com mobiliário inovador para facilitar o compartilhamento e a eficiência, além de proporcionar conforto e bem-estar. Mais de 90% do espaço é aberto, oferecendo espaço para relaxamento e salas de reuniões com a mais recente tecnologia para se conectar facilmente com colegas no exterior: tudo no edifício Lavazza Nuvola promove a criatividade e a colaboração, tanto real quanto virtual.

 

 

A mudança dos edifícios históricos de corso Novara e via Tollegno foi organizada pela Lavazza sob o ponto de vista sustentável, levando em conta as necessidades da área. A cantina da empresa, mobiliário, materiais de escritório, computadores e equipamentos tecnológicos foram remodelados em grande parte com design inteligente para minimizar o impacto ambiental: aproximadamente 3.000 itens foram doados para organizações externas, incluindo escolas e hospitais. Por exemplo, a Fundação Cottolengo recebeu a cantina da empresa que será usada para apoiar atividades de bem-estar social, paróquias, associações de caridade, proteção civil e os bombeiros no aeroporto de Caselle Torinese. Além disso, antes da mudança, todos os funcionários tiveram a oportunidade de comprar, a preço simbólico, quaisquer objetos e móveis nos quais estivessem interessados, e os recursos doados a instituições selecionadas pelos próprios funcionários nos meses subsequentes.

 

 

A relocação para o Lavazza Nuvola também facilita algumas opções pessoais de “mobilidade sustentável”. Os funcionários podem, por exemplo, adquirir ou renovar os passes anuais para o transporte público a um custo reduzido; aproveitar as facilidades de carona, isto é, o compartilhamento de carros privados entre um grupo de colaboradores, com incentivos para os melhores esforços; podem se beneficiar de uma academia na empresa com um programa de atividades individual, uma área de relaxamento e um inovador espaço para refeições e bistrô que abrirá em breve, disponível para todos os funcionários Lavazza, mas também para o público, com três áreas diferentes dedicadas à comida de rua, cozinha tradicional italiana e uma área gramada. Os cardápios foram concebidos para considerar a qualidade dos alimentos e o equilíbrio nutricional, em colaboração com a Slow Food.

 

 

Este é o primeiro passo importante de todo o sistema Nuvola, que prevê a abertura do Lavazza Museum de La Centrale no início de 2018, que acomodará o restaurante gourmet Condividere by Lavazza, criado com Ferran Adrià, decoração de Dante Ferretti e cozinha por Federico Zanasi. Haverá um espaço para eventos com capacidade para até 1.000 pessoas, para exposições, shows e mostras temporárias. Além do Instituto de Arte de Design Aplicada – que abriu em 2013 e é animado por mais de 500 profissionais e artistas criativos italianos e internacionais – o complexo também terá vagas de estacionamento público, um pátio com jardim e uma zona arqueológica com os restos de uma antiga basílica cristã dos séculos IV a V d.C, descoberta durante os trabalhos de escavação.

 

 

“Um ambiente novo, confortável, tecnológico e atencioso, projetado para o bem-estar de todos os nossos colaboradores: O Lavazza Nuvola é tudo isso, e acreditamos que pode representar um valor adicional não só para as pessoas na Lavazza, mas para toda a cidade. Ao reformar edifícios de valor histórico e arquitetônico em uma área industrial abandonada, mas que é estrategicamente localizada em Turim, nossa casa por mais de 120 anos, todos enfatizam a importância desta área na história da nossa empresa”, diz Marco Lavazza, vice-presidente. “A alma sustentável da nova sede da Lavazza surgiu da fase de projeto, com a aplicação da certificação LEED GOLD, e também é expressa em medidas introduzidas especificamente para nossos funcionários, por exemplo, por meio de soluções avançadas de mobilidade ou a ideia de gerar valor doando móveis e mobiliário para causas dignas. O Lavazza Nuvola nasceu e se desenvolveu não só para melhorar os métodos de trabalho, mas também a qualidade de vida de todos aqueles que trabalham conosco e que, graças à inovação tecnológica da estrutura, experimentarão agora uma maior flexibilidade de trabalho para um equilíbrio mais harmonioso entre a vida profissional e privada.”

 

 

A nova sede é um candidato para a certificação LEED® nível Gold. LEED®, um acrônimo para Leadership in Energy and Environmental Design (Liderança em Energia e Design Ambiental), é a certificação a mais amplamente reconhecida do mundo sobre desempenho energético e ambiental de edifícios. Trata-se de um sistema de medição voluntário, destinado a avaliar os edifícios comerciais, terciários e residenciais novos e existentes. O novo Centro de gestão corporativa aderiu às estipulações do protocolo LEED®, desde a seleção do local por meio do design, execução (que recuperou 80% dos escombros) e acompanhamento pós-ocupação. O edifício foi projetado para maximizar o conforto para as pessoas na Lavazza, para economizar energia e reduzir o consumo de água potável.

 

 

A Lavazza também trabalhou para alcançar um ambiente sem papel, sensibilizando os funcionários sobre os processos digitais e o uso responsável de impressoras, descarte e reciclagem de mais de 45 toneladas de papel somente na mudança, digitalizando os nossos arquivos. Todo o projeto foi acompanhado por uma intensa estratégia de comunicação interna, que começou no ano passado para informar e atualizar os funcionários durante a preparação para a mudança para o edifício Lavazza Nuvola, também ajudada por embaixadores internos que facilitaram o diálogo e identificaram as melhores soluções para tornar a chegada na nova sede da Lavazza ainda mais eficiente.

 

 

 

 

 

 

 

 

BAIXAR
BAIXAR
PDF DOC JPG