VOLTAR
6 minutos


Grupo Lavazza: ano recorde de 2016

16-05-2017 • Corporativo

 

Lavérune, 16 de maio de 2017 – O Grupo Lavazza apresentou o relatório anual a 31 de dezembro de 2016 após a aprovação das demonstrações financeiras e demonstrações financeiras consolidadas pela diretoria.

 

 

As receitas consolidadas, de acordo com o GAAP italiano e com uma contribuição de 10 meses da Carte Noire, totalizaram € 1,9 bilhão, alta de 29% em relação ao ano anterior. Este aumento está vinculado ao crescimento orgânico de 4%, que é significativamente superior à média de mercado, que registrou 2%. Um forte impulso também veio de aquisições nos últimos dois anos; além de Merrild na Dinamarca e Lavazza na Austrália, a Carte Noire uniu-se ao Grupo Lavazza.

O Grupo registou também um crescimento substancial no mercado externo, que representou 60,3% do volume de negócios (acima dos 52,8% em 2015), graças à contribuição da França em particular. Após a aquisição da Carte Noire, o país que representou a primeira expansão internacional da Lavazza em 1982 é agora o segundo maior país depois da Itália, com 500 funcionários e um volume de negócios que atualmente (2016) representa 20% da receita total do Grupo.

 

 

“2016 foi um ano extraordinário para a Lavazza. Com a aquisição da Carte Noire, lançamos a estratégia de desenvolvimento internacional do Grupo que visa fortalecer nossa independência e competitividade no nível mundial”, diz Antonio Baravalle, CEO da Lavazza. “Os resultados confirmam o sucesso total da integração entre as duas empresas em decorrência de nossos valores comuns, do compartilhamento da excelência e de uma forte complementaridade entre o mercado de varejo e o consumo fora de casa. Em 2017, queremos continuar nossos esforços para nos comprometer com a integração perfeita, de modo que nos tornemos um dos mais importantes protagonistas mundo do café, mantendo nossa reputação de produtor italiano premium. Com uma maior capacidade de crescimento orgânico de mercado, esperamos atingir um volume de negócios de € 2,2 bilhões em 2020.”

 

 

Rendimento operacional (EBIT, lucro antes dos juros e tributos) totalizou € 61,7 milhões, um aumento de 34,1% em relação aos € 46 milhões do ano anterior. Em termos de percentagem de incidência nas vendas, a margem permanece substancialmente alinhada com o ano anterior. Usando o mesmo parâmetro de EBIT, 2016 viu crescimento de mais de 54% em relação ao ano anterior.

 

 

Os lucros para 2016 totalizaram € 82,2 milhões, números que não podem ser comparados com o resultado 2015, já que o último foi impulsionado por ganhos de capital de € 822,8 milhões, realizado na venda da participação na Keurig Green Mountain.

 

 

A posição financeira líquida estava em € 687,5 milhões (€ 1,351 milhão em 2015).

 

 

A Lavazza manteve sua posição de liderança no mercado italiano, aumentando sua participação para 41%, apesar do consumo de café ter diminuído pelo terceiro ano consecutivo. Em particular, o novo portfólio de produtos e uma estratégia clara de segmentação de produtos para os vários tipos de clientes permitiram a implantação de inovações importantes, em linha com as tendências atuais tanto na Itália quanto no mundo.

 

 

Com a aquisição da Carte Noire, a fábrica francesa de Lavérune entrou no sistema industrial do Grupo Lavazza. Junta-se a Settimo Torinese e Gattinara na Itália, como um dos principais centros em que os produtos do Grupo Lavazza são fabricados. Um investimento de € 16 milhões foi feito para reestruturar toda a fábrica, tornando-a mais moderna e abrindo-a para futuros desenvolvimentos com linhas de produção de alta tecnologia.

 

 

“Somos uma empresa que adora falar sobre a nossa ‘herança’, mas também temos uma visão de futuro e uma paixão por excelência. Esta abordagem permitiu-nos incorporar a Carte Noire e a Merrild em tempo recorde”, diz Marco Lavazza, vice-presidente da Lavazza. “Vimos a aquisição como um enriquecimento, uma oportunidade mútua em que cada parte complementa a outra, abrindo novas perspectivas e compartilhando caminhos de inovação e tecnologia. Investimos em pessoas e processos para alcançar uma integração rápida, eficiente e satisfatória para todos.”

 

 

BAIXAR
BAIXAR
PDF DOC JPG