VOLTAR
Diário de Agassi

Vitória

Andre Agassi nunca tinha experimentado totalmente a emoção da vitória. Não até o dia 6 de junho de 1999. Eram outros tempos, como ele conta em sua autobiografia, Open: ele deixa a raquete e a tensão caírem, liberando uma alegria inesperada e irrestrita.

lavazza-tennis-victory-imgsx-d
lavazza-tennis-victory-imgdx-d

O olhar que ele deu a seu treinador, imediatamente após o jogo, é icônico. Uma vitória que ele sempre perseguiu, e finalmente conquistou oito anos após a última final disputada no saibro vermelho. A edição de 1999 de Roland-Garros foi dele, André recorda-se juntamente com a Lavazza, revelando os lugares onde, dezoito anos atrás, ele escalou o monte Olimpo do tênis.

Encontramos outros artigos que podem lhe interessar…

REVISTA
Voltei

Diário de Agassi

SAIBA MAIS
REVISTA
A ascensão

Diário de Agassi

SAIBA MAIS
REVISTA
O templo do tênis

Diário de Agassi

SAIBA MAIS
REVISTA
Quadra de saibro

Diário de Agassi

SAIBA MAIS
REVISTA
A final

Diário de Agassi

SAIBA MAIS
REVISTA
Vitória

Diário de Agassi

SAIBA MAIS
REVISTA
O saque

Dicas de tênis

SAIBA MAIS
REVISTA
O backhand

Dicas de tênis

SAIBA MAIS
REVISTA
A direita

Dicas de tênis

SAIBA MAIS
REVISTA
O jogo perfeito

Manifesto

SAIBA MAIS