VOLTAR
Coffee Sips

Um café na Austrália

Publicado em 18 Julho 17

É praticamente impossível andar pelas ruas de Melbourne sem sentir o aroma do café recém-torrado.

“Nós ainda não aprendemos inglês!”

É provável que os habitantes de Carlton e Fitzroy, dois importantes  bairros italianos em Melbourne, respondam assim, apesar de viverem na Austrália por mais de 50 anos.  A capital do estado de Victoria é uma quebra-cabeças de culturas, influências, inspirações  e não é de surpreender que existam alguns produtos típicos de tradição italiana. Em primeiro lugar: o café.

Em 2014, os usuários da Web elaboraram um ranking de cidades baseado na qualidade de seu café. Roma está em terceiro lugar, seguido por Viena. A vencedora incontestada parece ser Melbourne. 

 

Se para nós, na Itália, o café é muitas vezes sinônimo de espresso, para os habitantes de Melbourne a resposta à pergunta “Que café você quer?” pode não ser tão previsível.

Preto curto, preto longo, puro duplo, cappuccino, flat white, chai latte, piccolo, desnatado e leite de soja.

Estas são apenas algumas das opções que você pode escolher. 

 

Se para nós, na Itália, o café é a melhor maneira de começar o dia ou de terminar uma refeição, para um australiano, uma  caneca  de flat white é o  acompanhamento ideal  para um bom livro em uma tarde ensolarada de quarta-feira ou, por que não?, para ser desfrutado ao lado de um prato de macarrão.

 

 

Mas por que a tradição do café é tão forte em um país tão distante?

“A resposta é realmente muito simples. 

 Redescobrir os aromas e sabores de casa, a  mais de 17.000 km de distância, deve ter sido uma das principais prioridades de muitos italianos que partiram para aquelas margens distantes. E talvez seja por isso que, em Melbourne, a  cultura do café  seja tão forte. Afinal, quanto mais longe de casa, mais italianos nos sentimos.” 

Estas são as palavras de Jos Turner, um dos baristas mais influentes da cidade, que, sem dúvida, é um verdadeiro conhecedor de café.

 

Os turistas amam Melbourne pelo café e a cultura do café. Aqui há muitas torras de café, que visam primar e constantemente inovar não só o produto, mas também o maquinário.
Jos Turner – Um dos mais influentes baristas de Melbourne

3 MILHÕES DE XÍCARAS POR DIA

Todos os dias, mais de 30 toneladas de grãos passam pelo porto de Melbourne : suficiente para produzir cerca de 3 milhões xícaras de café – uma  para cada habitante  da cidade. 

Não é surpreendente, portanto, que dois dos maiores eventos da Lavazza sejam realizados na Austrália: o Lavazza Italian Film Festival e o Australian Open.

Mas e o segredo para o sucesso do café australiano? Pergunto-me se é tão bom justamente por ser tomado na Austrália.

Encontramos outros artigos que podem lhe interessar…

REVISTA
Tome um café e pague por dois

Coffee Sips

SAIBA MAIS
REVISTA
História do café

Coffee Sips

SAIBA MAIS
REVISTA
Café italiano

Coffee Sips

SAIBA MAIS
REVISTA
Cafés literários

Coffee Sips

SAIBA MAIS
REVISTA
Cultura do café

Coffee Sips

SAIBA MAIS
REVISTA
Um café na Austrália

Coffee Sips

SAIBA MAIS